LuzCont

Passo a passo para abrir uma Franquia

Quem deseja empreender em um novo negócio, costuma procurar bem entre as opções disponíveis. E uma delas são as franquias. Mas como abrir uma franquia?

Além de ser uma boa alternativa, você ainda pode escolher entre os vários segmentos disponíveis. Gastronomia, estética, turismo, dentre outras opções.

Dito isso, vale ressaltar que quem quer ser o seu próprio patrão, abrir uma franquia pode ser o negócio ideal. Porém, não vá achando que o passo a passo de como abrir uma franquia é simples. Exige dedicação, planejamento e muita pesquisa para que tudo saia conforme o que você espera.

E muita gente ainda não sabe como começar para abrir uma franquia. Foi pensando nisso que preparamos esse artigo para você.

Caso queira falar direto com um contador, basta clicar no link logo abaixo:

   

 

Abaixo você vai conferir o passo a passo de como abrir uma franquia, documentos necessários, a importância de ter um profissional especializado com você e mais. Boa leitura!

Antes de mais nada, precisamos falar da contabilidade para franquias

Como falamos anteriormente, é necessário que você seja acompanhado por um profissional especializado para que ele ajude você com toda a burocracia existente. E a melhor opção nesse caso é contar com uma contabilidade para franquias.

O contador certo ao seu lado no dia a dia do seu negócio, é essencial para a segurança e a saúde financeira da sua franquia.

Sendo assim, é preciso que você conte com um contador que seja especializado em contabilidade para franquias. Esse fator pode fazer toda a diferença entre o fracasso e o sucesso do seu negócio.

Um contador especializado em contabilidade para franquias vai oferecer para você as informações necessárias para que você tome as decisões corretamente. Isso ajudará a sua empresa a ter um crescimento sustentável saudável, sempre se baseando em dados contábeis precisos.

Além disso, um contador também pode adquirir uma função de conselheiro. Ele será a pessoa de confiança que orientará você e quem mais for necessário sobre as questões financeiras.

Basicamente, o contador de franquias pode ser comparado com o médico da sua família. Ele que manterá o seu negócio saudável.

Agora que você entendeu porque a contabilidade para franquias é importante para o seu negócio, podemos prosseguir. A partir de agora você vai conferir o passo a passo de como abrir uma franquia.

O cadastro é o primeiro passo de como abrir uma franquia

Primeiramente, você vai precisar se preocupar com o cadastro. Normalmente, o preenchimento da ficha de cadastro é realizado pela internet. Isso servirá para que a marca avalie o perfil da pessoa interessada em abrir a franquia.

É um bom sinal ouvir várias perguntas. Essa análise rigorosa serve para diminuir a chance de você não se adaptar bem com o novo negócio. Por esse motivo, é importante que você faça uma autoanálise. Por meio dessas perguntas que você fizer a si mesmo, você saberá o que você espera do seu negócio.

Caso você seja aprovado pela empresa, uma reunião será marcada para que você converse com os representantes da marca. Na reunião você receberá a COF, Circular de Oferta de Franquia. Você terá um prazo de 10 dias para se posicionar quanto as suas condições.

Quais os documentos necessários para abrir uma franquia?

Depois que você aceitar a Circular de Oferta de Franquia, você será chamado para que o contrato seja assinado. Normalmente, nessa etapa, os documentos abaixo são solicitados. Vale ressaltar que esses documentos correspondem a você e aos dos seus sócios, caso houver.

– RG

– CPF

– Declaração do Imposto de Renda

– Dados bancários

– Antecedentes criminais

– Declarações de nada consta do SPC e SERASA

– Comprovante de residência.

Próximo passo de como abrir uma franquia: escolha do ponto e contrato de aluguel

Depois que você assinar o contrato com a franqueadora, você deve escolher o ponto onde o seu negócio ficará localizado. Esse é um momento de ter clareza, calma e se atentar aos detalhes. Faça uma análise rigorosa do contrato de aluguel para que você não tenha nenhuma dor de cabeça no futuro.

Depois que todos os contratos forem assinados, é necessário que você os registre em cartório.

Abertura de empresa

Se você não tiver nenhuma empresa aberta no seu nome, você deve fazer o Registro na Junta Comercial. Nesse processo não há como saber quais documentos são necessários. Isso acontece porque cada junta pode pedir uma documentação diferente.

Depois da reunião e de tudo resolvido com relação a isso, você e deve procurar seu contador para que seja iniciada a abertura da empresa, e o primeiro passo é solicitar uma viabilidade na junta comercial do seu Estado para saber se está tudo ok com o endereço, a atividade escolhida e se o nome empresarial está disponível. Após a aprovação da viabilidade é hora de elaborar o contrato social e os demais documentos para abertura da empresa, inclusive nesse processo é feito a solicitação do CNPJ da empresa. Assim, você terá como contabilizar impostos e outros gastos que poderão aparecer.

Após toda documentação pronta você vai ter que assinar e reconhecer firma dos documentos para protocolar na junta comercial para formalizar a abertura da empresa.

Depois, você deve ir até a Secretaria da Fazenda do seu estado para conseguir o número de Inscrição Estadual. Fora isso, você também deve fazer um cadastro na Secretaria de Finanças Municipal para recolhimento do ISS.

A Prefeitura da cidade fica responsável de expedir o Alvará de Funcionamento do seu negócio. De acordo com a regulamentação da franquia, pode ser que você não precise passar por algum desses passos ditos anteriormente.

Os processos indispensáveis são o registro na Junta Comercial e a obtenção do CNPJ, caso você não tenha empresa no seu nome, se tiver, pode aproveitar o CNPJ já existente.

Registro de empregados

Depois que a sua empresa estiver aberta, o próximo passo é fazer o registro de empregados. Você pode começar a contratação e começar a registrar as Carteiras de Trabalho e Previdência Social. Tudo isso de acordo com o seu CNPJ para que todos os pagamentos trabalhistas sejam realizados.

Depois dessa etapa, não tem mais nenhuma documentação que precise ser destacada nesse artigo. Você estará pronto para começar o seu novo negócio.

Quanto você vai gastar para abrir uma franquia?

Obviamente, para que você ganhe dinheiro, é necessário que você gaste dinheiro. Antes que você decida abrir uma franquia, você deve analisar quanto você está disposto a gastar. Especialistas recomendam que você tenha uma caixa até três vezes maior do que o valor inicial para a abertura da franquia.

Lembre-se que fora a taxa da franquia, por mês, você também pagará outras taxas, como:

– Taxa de royalties

– Taxa de publicidade

– Custos para a manutenção do seu negócio, como salários, aluguel e impostos.

Todos esses valores precisam estar inclusos no seu orçamento. Para ajudar você, você pode conversar com pessoas que já são franqueadas da marca. Isso fará com que você analise todos os riscos e possa fazer uma escolha consciente.

Os riscos sempre vão existir, mas se você estiver de olho nas tendências do momento, conseguirá alcançar o sucesso.

Quais investimentos são necessários para abrir uma franquia?

Para ajudar ainda mais você, separamos todos os elementos que serão necessários investimento para que você possa abrir a sua franquia. Vale ressaltar que esse total deve variar de uma franquia para a outra. Mas você pode considerar esses gastos:

– Abertura de firma

– Taxa de franquia

– Aluguel do ponto

– Projeto de arquitetura

– Material de construção

– Capital de giro

– Gastos com treinamento de funcionários

– Compra de produtos

– Móveis e equipamentos

– Taxa de condomínio

– Folha de pagamento

– Taxas de propaganda

– Royalties

Algumas dicas importantes que você deve saber antes de abrir uma franquia

Além de toda a documentação e burocracia, você deve ficar atento a alguns cuidados antes de abrir a sua franquia. Abaixo destacamos aqueles que consideramos mais importantes para esse momento.

Faça a análise da concorrência

Certamente, sua franquia terá concorrência. E você não deve menosprezar essa concorrência. Pelo contrário.

É importante que você faça uma análise minuciosa da sua concorrência para saber seus pontos fortes e fracos. Assim você compara com o diferencial do seu negócio e saberá onde pode melhorar.

Não aja por impulso

É fundamental que você seja o mais racional possível nesse momento. Se possível, deixe toda a emoção de lado e pense apenas com o seu lado racional. Verifique todos os prós e contras do negócio e tome todas as decisões com muita cautela.

Entenda seu papel como franqueado

Lembre-se que mesmo o negócio sendo seu, você deve seguir regras definidas pela franqueadora. Atue conforme foi estipulado no contrato. Por isso é importante que você leia bem o contrato. Se você não se ver cumprindo todas as regras, certamente esse negócio não é para você.

Faça as contas

Sabemos que já falamos sobre isso, mas vale a pena ressaltar. Cheque todo o seu investimento e só faça aquilo que cabe no seu bolso. Não se endivide e nem pense em pedir um empréstimo para começar seu negócio. Lembre-se que você terá muitos gastos iniciais e você não sabe como será o início. Mantenha os pés no chão.

O dia da inauguração

Agora você já sabe como abrir uma franquia. Depois de todos esses passos, você deve se preocupar com o dia da inauguração. Entregue-se para esse momento. Se precisar, contrate um suporte para que tudo saia conforme o planejado. Lembre-se que a primeira impressão é a que fica.

Além disso, não tenha vergonha de pedir ajuda para o franqueador e os donos de outras unidades.

Espero que você tenha entendido o passo a passo de como abrir uma franquia. Agora é com você. Siga nossas dicas que você estará no caminho do sucesso.

E conte com nossa equipe de especialistas em contabilidade para Franquias para cuidar no seu negócio, podemos de ajudar na abertura da franquia e também em todas as rotinas contábeis e financeiras da sua franquia, entre em contato conosco.

   

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.